Tratamentos

Na Radioterapia usamos uma técnica capaz de destruir células tumorais, empregando feixe de radiações ionizantes. Uma dose pré-calculada de radiação é aplicada, em um determinado tempo, a um volume de tecido que engloba o tumor, buscando erradicar todas as células tumorais, com o menor dano possível às células normais circunvizinhas, diminuindo assim as toxicidades do tratamento.
Para que o efeito radioterápico atinja maior número de células neoplásicas e a tolerância dos tecidos normais seja respeitada, a dose total de radiação a ser administrada é habitualmente fracionada em doses diárias iguais, quando se usa a terapia externa.
Como a Radioterapia é um método de tratamento local e/ou regional, pode ser indicada de forma exclusiva ou associada a outros métodos terapêuticos. Em combinação com a cirurgia, poderá ser pré-, per- ou pós-operatória. Também pode ser indicada antes, durante ou logo após a quimioterapia.
A Radioterapia pode ser radical (ou curativa), quando se busca a cura total do tumor; remissiva, quando o objetivo é apenas a redução tumoral; profilática, quando se trata a doença em fase subclínica, isto é, não há volume tumoral presente, mas possíveis células neoplásicas dispersas; paliativa, quando se busca a remissão de sintomas tais como dor intensa, sangramento e compressão de órgãos; e ablativa, quando se administra a radiação para suprimir a função de um órgão, como, por exemplo, o ovário, para se obter a castração actínica.

Radioterapia Externa Tridimensional (3D)

Um avanço tecnológico da Radioterapia moderna.
Fazemos a radioterapia localizada diretamente na região onde o tumor foi retirado. Possibilita alta dose de radioterapia local e pequena dose ao redor. Reduz o ciclo de radio terapia de cerca de 33 dias úteis para apenas um dia. É usada em casos específicos reavaliados individualmente.

Braquiterapia de próstata com implantes permanentes

É uma forma de radioterapia em que materiais radioativos são implantados nas proximidades do tumor.
A braquiterapia é uma modalidade de tratamento em que doses de radiação são liberadas para atacar as células tumorais, sem que um grande número de células sadias seja afetado. Estes implantes podem ser temporários ou permanentes. Na braquiterapia, a radiação tem origem nos materiais radioativos(sementes) colocados no interior do corpo, perto do tumor. Essa proximidade permite que altas doses de radiação sejam liberadas para atacar o tumor. A radiação fica restrita à região, não afetando órgãos mais distantes. Comparada à radioterapia externa, a braquiterapia permite aplicar doses maiores, em intervalos de tempo menores e a volumes mais restritos.

Radiocirurgia e Radioterapia Estereotáxica Fracionada – Craniana e Exra-Craniana

A Radiocirurgia é uma das modalidades de tratamento de Radioterapia e pode ser utilizada para o tratamento de malformações arteriovenosas cerebrais, tumores cerebrais benignos de difícil dissecção, tumores malignos primários e metastáticos do cérebro e da base do crânio, além de doenças funcionais do cérebro.
A Radiocirurgia aplica uma alta dose de radiação na área a ser tratada, poupando em grande parte os tecidos normais do cérebro. Isto é, trata-se de um procedimento que combina alta eficácia e boa tolerabilidade.
A radiação é aplicada externamente, não havendo necessidade de abrir o crânio para alcançar a área a ser tratada.
A Radiocirurgia é realizada em uma única sessão, ou em algumas poucas sessões (radioterapia estereotáxica fracionada), com a aplicação de altas doses de radiação, variando-se a posição do feixe de raios durante o procedimento .

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) E ARCOS DINÂMICOS

Avanço em radioterapia que permite ao médico restringir a dose de radiação em estruturas normais, possibilitando menor índice de toxicidade.
Por esta técnica, o feixe de radiação pode ter sua intensidade modulada pelo movimento das lâminas de colimação. Estas, por sua vez, são controladas pelo sistema de planejamento, o qual controla o tempo e a quantidade de radiação que deverá ser liberada em determinado ponto.
Está técnica possibilita aumentos da dose de tratamento em diversas situações preservando ainda mais os órgãos sadios.

Radioterapia intra-operatória da mama

A radioterapia aplicada durante procedimento cirúrgico, após retirado ou diretamente no tumor.

Laserterapia

Estudos relatam que o uso da laserterapia traz benefícios para o paciente submetido a terapias em oncologia, na prevenção e tratamento de complicações.
O uso dessa tecnologia pode ser empregado na prevenção e tratamento de mucosite, radiodermite e outras feridas, promovendo recuperação dos tecidos, sem prejuízos para o tratamento oncológico que está sendo realizado.
O ION Radioncologia oferece esta tecnologia, com o objetivo de prevenir complicações clínicas e melhorar a qualidade de vida do paciente.